A JK PNEUS

  • JEITO DE SER JK

    Estamos em um momento de grandes mudanças do ponto de vista político, econômico e social em todo o mundo. A JK enfrenta hoje o grande desafio de se manter competitiva num ambiente de alta concorrência. Preparar-se para enfrentar a competitividade significa muito mais do que investir em mídia, vai além de investir em novas tecnologias e explorar novos mercados. Significa, acima de tudo, investir no capital humano, nas pessoas que, sem dúvida, são hoje o maior diferencial no mercado.

    A JK Pneus busca no seu dia a dia exceder as expectativas de seus fornecedores, clientes internos e externos. A valorização e o cumprimento desta filosofia devem acontecer sempre, a cada sai e em cada atitude de todos os colaboradores.  Aqui na JK Pneus o integrante deve descobrir o que gosta, procurar fazer disso a sua fonte de renda e entender, mas entender mesmo, que um ser humano só é feliz quando todas as pessoas que estão ao seu redor também são felizes.

    Pensando nisso a JK Pneus está investindo na profissionalização, no planejamento e no desenvolvimento de ferramentas de gestão visando permitir aos gestores e integrantes maior transparência e objetividade nas ações, no desempenho e nos resultados.

    Com o compromisso de uma administração aberta e transparente e com base no respeito às leis e regulamentos internos, a JK Pneus aprovou o seu Código e ética, que define as diretrizes e padrões de integridade e transparência aos quais todos nós devemos aderir e que incorporará o nosso Contrato de Trabalho e Prestação de Serviços.

    Todas as decisões e ações produzem efeitos sobre todos aqueles que mantêm relação conosco. Saber disso implica ter consciência de que nossos atos podem ser avaliados pela sociedade como certos ou errados, justos ou injustos, legítimos ou ilegítimos.

    O posicionamento da empresa, a respeito de assuntos passíveis de apreciações morais, permite que os colaboradores tenham clareza sobre o que fazer, demonstrando transparência, evitando mal-entendidos e esvaziando boatos, fofocas e comentários desfavoráveis. Cada indivíduo possui seus próprios princípios, por isso torna-se imperativo que, para o bom convívio e preservação das relações empresariais, todos assumam formalmente o compromisso de praticar, integralmente, os princípios deste Código de Ética.

    Assim, a filosofia da JK nos conduz a um processo de melhorias e de evolução constantes. Fazer certo, a coisa certa, é o princípio do desenvolvimento profissional e organizacional que deve ser cultivado e aplicado no dia a dia de cada integrante. Com conceitos de meritocracia o desempenho de cada integrante será reconhecido pela empresa. 

  • Historia JK

    O PROJETO

    Ao concluir a faculdade, Jaime conversou com o pai e lhe comunicou sua disposição de iniciar um negócio de venda de pneus. "Quer ser meu sócio?", propôs, ciente das limitações do capital inicial de US$ 2.500 de que dispunha na ocasião.

    O pai em princípio concordou mas, antes mesmo de receberem o primeiro lote de pneus encomendando no atacado, desistiu da sociedade. Argumentou que seria muito difícil competir com a as grandes distribuidoras que dominavam o mercado na época.

    "Não vejo como você possa ter muito sucesso nesse negócio", alertou. Jaime não se abalou e retrucou: "Olha, o senhor sabe dos estudos que eu realizei. Quando eu estiver com 50 anos de idade estas empresas vão enfrentar muitos problemas".

    E arrematou, em tom profético e determinado: Quando eu atingir esta idade serei líder nacional em venda de pneus".

     

    A IDÉIA

    Em meados da década de 80, o jovem Jaime Kolling dividia seu tempo entre a oficina mecânica de seu pai, José Kolling, no município catarinense de São Carlos, e o curso de Administração na faculdade local.

    Entre os colegas de sua turma, havia um que comercializava pneus e, vez por outra, lhe propunha: "Jaime por que não coloca uns pneus pra vender lá na oficina?". A idéia foi tomando forma na mente do estudante. Tanto que, num trabalho escolar sobre a hierarquia empresarial, ele optou por abordar as empresas do ramo de pneus. Pesquisou com dedicação o perfil das companhias que então lideravam o mercado nacional e chegou a uma conclusão definitiva para o seu futuro profissional.

     

    A Empresa

    A bem-sucedida trajetória da JK Pneus em pouco mais de duas década tem relação direta com o estilo de gerenciamento e a visão de mercado de seu fundador.

    No modesto início de sua loja de pneus em São Carlos, ele continuou trabalhando simultaneamente na oficina do pai para se capitalizar.

    Com o salário da esposa, professora, eles pagavam as contas da família.

    O seu próprio salário era aplicado na loja de pneus. E foi assim, reinvestindo todo o lucro na própria empresa, que Jaime Kolling fez a JK decolar a atrair novos sócios, entre eles os irmãos.

    Começou, também, a imprimir sua filosofia de trabalho. Durante os cinco primeiros anos de atividades, nenhum dos então quatro sócios recebia pró-labore.

    "Tirávamos estritamente o necessário para sobreviver, reinvestindo tudo no crescimento da empresa", recorda Jaime. Com este senso de economizar para ampliar o negócio, a JK foi se expandindo gradualmente para além dos limites de São Carlos.

    A primeira filial foi inaugurada já em 1985, na cidade de Itapiranga. Dois anos depois, era a vez de Itajaí. Em 88, em lances quase simultâneos, a empresa ficava com bases em Curitibanos, Joaçaba e Caçador. A expansão se desacelerou nos três anos seguintes mas, em 1990, um fato relevante recolocaria a JK Pneus no caminho do crescimento planejado - o início de sua parceria com a Bridgestone Firestone do Brasil, em regime de exclusividade na comercialização de pneus.
    "Um dos grandes alicerces no desenvolvimento da JK é o respeito à parceria com os nossos fornecedores", faz questão de dizer Jaime Kolling. "E, como nosso mais expressivo fornecedor, a Bridgestone Firestone sempre nos deu respaldo para crescer. Quando se percebe uma região ou nicho de mercado que não está condizente com os objetivos do fabricante, nós nos colocamos à disposição para absorver estes nichos, com o apoio logístico da fábrica".

  • A EVOLUÇÃO DA MARCA

    Jaime Comercio de Pneus Ltda

    Jose Kolling e CIA Ltda

    JK Pneus Ltda

  • Valores

    Exceder as expectativas de nossos fornecedores, clientes internos e externos.